Fotos que contam histórias

Spathi
Posts Tagged ‘crosseye’

Stereopsis: 3D de 3 formas

Pares ou sequências de imagens distintas (stereo images) são a base da visão tridimensional. Abaixo, três técnicas diferentes foram utilizadas para apresentar essas imagens e obter o efeito de profundidade.

3D wiggle




3D cross-eyes


3D anaglyph (necessita de óculos red/cyan)

Anaglyph – preto e branco

A grande flor de Pitaya

Hylocereus undatus é o nome do cactus que gera as enormes flores e cujo fruto é conhecido por pitaya.

Muito tempo de preparação, uma noite de duração: assim é a rainha-da-noite, a flor de suave perfume que empresta sua nobreza a todas as demais flores.

O convite especial dessa noite foi para ver o espetáculo da abertura dessas flores incomuns. Irrecusável. E não só pela flor, mas também pelo acolhimento.

A ante-sala com algumas orquídeas faz a transição dos ambientes da casa para o jardim parecer não existir. Abre-se a última porta e descortina-se um imponente Hylocereus onde conta-se para mais de dez flores em plena antese. A seus pés, um pequeno lago, com avencas e bromélias adornando toda a cena. E eu não estou contando tudo.

Não ver essas belezas é um pouco como estar cego!


Crédito: Claudia Musso



Crédito: Claudia Musso



Crédito: Claudia Musso









Crédito: Claudia Musso




Plantas, flores e 3D – série-1

As fotos a seguir usam duas técnicas que possibilitam a visualização da imagem com o efeito 3D: Anaglyph e crosseye (este último é um termo usado, porém pouco formal).

Para ver o efeito em fotos Anaglyph você terá que ter em mãos um óculos vermelho/ciano (red/cyan), daqueles que outrora foram adotados em alguns filmes-3D. Esta técnica é conhecida por não representar fielmente as cores da imagem, mas o efeito não requer esforço do leitor e se mostra como algo que “salta a tela”.

Já o efeito 3D conseguido por meio da técnica crosseye não depende de equipamento e sim de algum treino para “misturar” as duas imagens apresentadas apenas através da convergência dos olhos. Gasta-se algum tempo, mas o efeito é compensador. A as cores são fiéis e a imagem se mostra com maior qualidade.

Plantas e Flores - serie-1 - 3D anaglyph

Imagens em 3D, usando anaglyph. Necessita de óculos vermelho/ciano.

[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_schlumbergera-3d-anaglyph-766d8b-001a.jpg]18500
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_schlumbergera-3d-anaglyph-766d7e-003.jpg]970
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_schlumbergera-3d-anaglyph-766d7e-002.jpg]860
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_schlumbergera-3d-anaglyph-766d7e-001.jpg]670
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_minirosa-amarela-3d-anaglyph-766c6c-006.jpg]530
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_oxalis-3d-anaglyph-766d79-001.jpg]510
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_minirosa-amarela-3d-anaglyph-766c6c-005.jpg]430
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_minirosa-amarela-3d-anaglyph-766c6c-004.jpg]380
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_minirosa-amarela-3d-anaglyph-766c6c-003.jpg]340
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_minirosa-amarela-3d-anaglyph-766b6a-001.jpg]510
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_lilium-3d-anaglyph-766a96-003a.jpg]380
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_hippeastrum-3d-anaglyph-766d8a-001.jpg]300
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_calathea-3d-anaglyph-766c6c-001.jpg]240
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_commelina-3d-anaglyph-766ab8e-001.jpg]330
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_sedum-adolphii-3d-anaglyph-766c69-003a.jpg]320
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-3d-anaglyph/thumbs/thumbs_syngonio-3d-anaglyph-766c69-001a.jpg]260

Plantas e Flores - serie 1 - 3D

Imagens 3D-crosseye.

[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_calathea-3d-crosseye-766c6c-001.jpg]18430
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_commelina-3d-crosseye-766ab8e-001.jpg]680
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_hippeastrum-3d-crosseye-766d8a-001.jpg]390
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_lilium-3d-crosseye-766a96-003.jpg]490
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_minirosa-amarela-3d-crosseye-766b6a-001.jpg]420
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_minirosa-amarela-3d-crosseye-766c6c-003.jpg]320
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_minirosa-amarela-3d-crosseye-766c6c-004.jpg]340
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_minirosa-amarela-3d-crosseye-766c6c-005.jpg]250
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_minirosa-amarela-3d-crosseye-766c6c-006.jpg]110
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_oxalis-3d-crosseye-766d79-001.jpg]110
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_schlumbergera-3d-crosseye-766d7e-001.jpg]190
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_schlumbergera-3d-crosseye-766d7e-002.jpg]210
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_schlumbergera-3d-crosseye-766d7e-003.jpg]220
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_schlumbergera-3d-crosseye-766d8b-001a.jpg]230
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_sedum-adolphii-3d-crosseye-766c69-003a.jpg]240
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/plantas-e-flores-1-3d/thumbs/thumbs_syngonio-3d-crosseye-766c69-001a.jpg]210

Composições das chuvas

Estes sons fazem lembrar Storms In Africa.


Um vaso, pedras e alguns dias seguidos de chuva.  O que se pode esperar disso?



Água flutuando sobre água? E não é milagre…

Água flutuando sobre vida. Faz lembrar China Roses.


Água para matar a sede do verde. Para chegar aqui, os viajantes percorreram grandes distâncias, até de forma mudaram. Há poucas dezenas de pequenos mundos de um 1-2 milímetros.

Agora observe bem… se contar os minúsculos mundos, há centenas, talvez milhares.

E dois reluzem como estrelas amarelas. Parece mentira?

O rio lilás segue seu leito entre florestas globulares“. Parece verdade?

Água. Parece milagre.

Gotas de chuva

[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/aguas-g1/thumbs/thumbs_caladium-gotas-76777b-004.jpg]4090
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/aguas-g1/thumbs/thumbs_caladium-gotas-76777b-005.jpg]20
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/aguas-g1/thumbs/thumbs_caladium-gotas-76777b-005a.jpg]00
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/aguas-g1/thumbs/thumbs_graptopetalum-gotas-76777b-006.jpg]20
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/aguas-g1/thumbs/thumbs_musgo-gotas-76777b-001.jpg]00
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/aguas-g1/thumbs/thumbs_musgo-gotas-76777b-002.jpg]10
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/aguas-g1/thumbs/thumbs_musgo-gotas-76777b-004.jpg]10
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/aguas-g1/thumbs/thumbs_musgo-gotas-76777b-009a.jpg]20
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/aguas-g1/thumbs/thumbs_musgo-gotas-76777b-009b.jpg]20
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/aguas-g1/thumbs/thumbs_musgo-gotas-76777b-009d.jpg]20
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/aguas-g1/thumbs/thumbs_musgo-gotas-76777b-011.jpg]20
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/aguas-g1/thumbs/thumbs_roseira-gotas-76777b-003.jpg]30
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/aguas-g1/thumbs/thumbs_graptopetalum-100603-012.jpg]20

Hippeastrum: a vez das sementes

Quando o céu se torna novamente azul, logo após algumas chuvas, a cápsula que forjou as sementes de uma nova geração de açucenas começa a romper-se.

Em seu interior, começam a ser reveladas, aos poucos, fileiras de negras sementes empilhadas. Há uma pilha em cada um dos três compartimentos que, bem no início, era o que sustentava suas pétalas. Talvez você também nunca tenha visto sementes de açucena, mas como o momento é único, isso pouco importa.

Afinal, quem não quedará impressionado com sementes aladas?

Aladas sim!  Assim são chamadas os tipos de sementes que desenvolveram membranas que recobrem a leve e frágil semente em si, agindo como asas.

E o vento semeará novas açucenas.
A terra integra-se com a água e o ar, conspirando para a vida.

Hippeastrum construindo o fruto

Desde a brotação do bulbo, contamos aqui quarenta e cinco dias.

Hippeastrum erigiu a haste floral nua (sem folhas) em trinta e dois dias, quando então duas flores abriram.  A fase-flor persistiu por volta de cinco dias.  E uma semana depois…

E então surgem a primeira folha e também um segundo pendão.

Enquanto isso, o fruto continua seu desenvolvimento.

E  o fruto agora está perto de entregar ao mundo a parte que lhe é mais cara,  aquela que gerou e protegeu com tanto zelo durante trinta dias.

Dente-de-leão

Taraxacum officinale

Coleus e suas folhas-flores

As flores do Coleus pintam o ar de azul.

Solenostemon scutellarioides

Essas pequenas e delicadas obras de arte vão surgindo formando anéis. Ao final, numerosas flores enfeitam a planta lembrando as luzes de uma árvore-de-natal.

Há quem considere que observar uma flor permite-nos trafegar entre o mundo da forma e o da essência. O vislumbre do belo como ponte para percepção do mais elevado (*).

Se assim for, algo semelhante poderia ser escrito para as folhas do Coleus…

Sua folhagem veste-se com um veludo de tonalidades e recortes, tantos e tão majestosos que olhar que aí passeia faz a mente esquecer-se que não são flores. E trafegamos por aquela mesma ponte.

Não são flores. Nem veludo tampouco. Do lado de cá da ponte, o mundo das formas conta uma verdade que nos parece bem menos convincente.





(*) Veja: Um novo mundo, Tolle, Eckhart.

Coleus

[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d047-002.jpg]20230
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d105-012.jpg]150
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d013-002.jpg]320
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d013-001.jpg]290
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d020-001.jpg]280
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d030-004.jpg]330
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d030-005.jpg]270
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d047-006.jpg]330
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d062-002.jpg]330
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d084-002.jpg]180
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d091-003.jpg]200
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d094-001.jpg]150
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d094-003.jpg]220
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d102-003.jpg]120
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d102-004.jpg]90
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d102-004a.jpg]100
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d102-006.jpg]60
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d102-009.jpg]60
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d102-010.jpg]40
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d102-013.jpg]60
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d103-003.jpg]60
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d103-005.jpg]100
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d103-006.jpg]100
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d103-006b.jpg]60
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d103-007b.jpg]30
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d103-007d.jpg]30
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d103-016.jpg]40
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d105-014.jpg]50
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d105-016.jpg]150
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d105-017.jpg]200
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d105-019.jpg]130
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d110-001.jpg]100
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/coleus-1/thumbs/thumbs_coleus-d110-004.jpg]120