Fotos que contam histórias

Spathi
Iridacea

Cores da alvorada

Essa história começou aqui.

De lá para cá, seis longos meses se passaram.



O sol pequeno já se foi e os primeiros sussurros da primavera que se avizinha já andam acordando os mais afoitos. É o sinal para a “Fr”, enfim, virar Freesia.

O delicado trabalho de construção de cada flor parece nos dizer do zelo que desfrutam as futuras gerações.



Há muitas cores nas Fresias. E há Fresias de muitas cores.

Esta parece estar acordando já pintada com as luzes das alvoradas.


Agora é aguardar o “dia clarear”.


Fr

As fases de uma Liliopsida

Característica comum, essa planta entra em dormência pouco tempo depois da maturação de suas sementes. As folhas se perdem. Mas, abaixo da superfície, seu bulbo mantém a vida que a terra nua acima parece mostrar não mais existir.

Sol grande e sol pequeno. Atividade e descanso. Adversidade e bonança.

A sincronia dos elementos contribui para sua prosperidade. E, um belo dia, a mesma vida brota da terra com a força de uma nova vida…

(continua aqui)




As serpentes e o castelo de Neomarica

Neomarica sp.

“Durante um período do ano, os castelos mágicos de Neomarica aparecem sobre a terra, no alto de colinas verdes.

Menos de doze horas se passam desde o momento que surgem até desaparecerem completamente, para então ressurgirem em outro dia, noutro local.

E é nessa época que costumamos ouvir relatos encantados, enebriados, por vezes até assombrados daqueles poucos agraciados com a sorte desse vislumbre. Vistos, sim. Mas quem ousar desvendar seus segredos terá antes que enfrentar a fúria das três serpentes azuis…

Fronte azul e ventre amarelo, ambos entrecortados por raias, carregam a força de mil tigres, estampados nas marcas em seu dorso. Essas gigantescas, ameaçadoras e temidas criaturas protegem cada uma das três imponentes torres de cristal: o castelo de Neomarica.

Conta a lenda que as najas são mensageiras desses seres colossais e que, por isso, receberam o sopro de seu poder.

Os castelos mágicos de Neomarica continuam a vicejar sobre a terra, sempre na mesma época. E todos acham que isso é um sinal.

Sinal de que seus segredos nunca foram penetrados. Ninguém que tenha triunfado a batalha das serpentes jamais foi visto novamente.

Conta a lenda que a torre de cristal transforma-os em… serpentes azuis!”


Neomarica

[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/neomarica/thumbs/thumbs_neomarica-766f89-897.jpg]15370
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/neomarica/thumbs/thumbs_neomarica-766f89-897a.jpg]670
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/neomarica/thumbs/thumbs_neomarica-6f776b-003.jpg]530
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/neomarica/thumbs/thumbs_neomarica-6f776b-004.jpg]580
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/neomarica/thumbs/thumbs_neomarica-6f767d-001.jpg]440
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/neomarica/thumbs/thumbs_neomarica-76767c-004b.jpg]360
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/neomarica/thumbs/thumbs_neomarica-76767c-004h.jpg]420
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/neomarica/thumbs/thumbs_neomarica-76767c-004f.jpg]430
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/neomarica/thumbs/thumbs_neomarica-76767c-009.jpg]300
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/neomarica/thumbs/thumbs_neomarica-76767c-012.jpg]260
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/neomarica/thumbs/thumbs_neomarica-76767c-009a.jpg]300
[img src=http://www.fotosquecontamhistorias.com.br/wp-content/flagallery/neomarica/thumbs/thumbs_neomarica-76767c-003b.jpg]290